top of page

E se as vagas pudessem se aplicar aos talentos?

Atualizado: 11 de jan.

Sabemos que o mercado de trabalho, especialmente dentro da área de tecnologia, costuma ser bastante competitivo. Mesmo em meio a uma onda de demissões nas big techs, é possível perceber que a disputa das empresas pelos melhores talentos segue firme e, fechar uma vaga de tecnologia, principalmente sendo ela mais sênior, continua sendo um grande desafio para as pessoas recrutadoras.


Uma das principais atividades desenvolvidas por profissionais de talent acquisition é o processo de sourcing, ou seja, a busca ativa por pessoas candidatas. Um estudo publicado pela Entelo, revela que as pessoas recrutadoras gastam até 13 horas semanais à procura de candidatos para uma única vaga. Além disso, 33% desses profissionais investem mais de 20 horas por semana neste processo.


Enquanto, por um lado, pessoas recrutadoras investem grande parte do seu tempo no sourcing, abordando um enorme número de talentos para obter poucos retornos, por outro lado, um profissional, a depender da sua área de atuação e nível de senioridade, pode receber dezenas de abordagens por mês, de diversas empresas.


A questão é que, em grande parte dos casos, as abordagens enviadas por pessoas recrutadoras não compreendem todas as informações necessárias para que se desperte profundo interesse no profissional, por mais bem planejada que ela seja. Diferentes profissionais demandam diferentes informações para que a vaga em questão motive um talento a iniciar um processo seletivo, como o desafio, o salário, os benefícios, a cultura da empresa, o time, o modelo de trabalho, entre outros.


Foi a partir dessa visão que o Reverse Apply surgiu.


E se existisse uma forma “das vagas se aplicarem aos talentos”, ao invés da abordagem convencional por InMail no linkedin, já que a mesma não tem resultados tão expressivos, tendo em vista o grande volume de mensagens recebidas pelos profissionais da área tech?



A ideia, chamada Reverse Apply, é uma criação da Laskie , uma startup de plataforma de contratação especializada em recrutar engenheiros de software seniores. Laskie, de forma simples e objetiva, criou um aplicativo modelo - um documento do Google - onde as pessoas candidatas podem anexar a seus perfis do LinkedIn, contas de e-mail, sites e perfis do GitHub, por exemplo.


Como o Reverse Apply funciona?


O formulário pede aos recrutadores que respondam a 15 perguntas diretas sobre tópicos como qual o budget da vaga, onde o funcionário estaria localizado e quais linguagens e ferramentas de programação são necessárias para o cargo. O objetivo é fornecer informações importantes aos engenheiros de software, para que eles não gastem o seu tempo respondendo a abordagens de vagas que não se conectem com os seus objetivos de carreira. Além disso, as pessoas candidatas podem personalizar o formulário para atender aos seus próprios requisitos e desejos.


Desde o seu lançamento em setembro de 2022, o link do Reverse Apply foi copiado centenas de vezes quando os profissionais de tecnologia o anexaram a seus sites e contas profissionais. Pois, apesar da desaceleração do mercado de trabalho nos últimos meses, esses talentos continuam em alta demanda , permitindo que eles escolham quais abordagens de recrutamento, se houver, eles retornarão.


Segundo Chris Bakke, CEO da Laskie, “Com o Reverse Apply, os talentos podem obter as perguntas que desejam respondidas antes de concordar em entrar em contato por telefone para uma entrevista inicial”.


Por outro lado…


O aplicativo não consegue medir o número de pessoas recrutadoras que preencheram os formulários. Mesmo assim, Bakke confirma que os candidatos têm relatado que estão recebendo respostas. “Tivemos feedback positivo de candidatos e recrutadores”, diz o CEO da empresa. Ainda, ele acrescenta que eles também receberam o feedback de que “essa é uma maneira interessante de cortar o ruído e realmente chegar ao topo das caixas de entrada de alguns dos principais candidatos”.


Rob Allen, vice-presidente de talento e engajamento do GitLab , observa que existe a possibilidade de se obter uma certa eficiência com essa nova ferramenta. Segundo ele, “Os recrutadores passam uma quantidade significativa de tempo enviando mensagens iniciais e depois mensagens de acompanhamento, às vezes sem nenhum retorno. Esse processo parece ser uma boa maneira de fornecer todas as informações a um candidato em potencial e permitir que ele tome uma decisão bem fundamentada e, potencialmente, alcance um resultado bem-sucedido rapidamente.”


Embora os engenheiros de software possam ter o poder de pedir aos recrutadores que preencham os formulários neste momento, isso pode mudar se a demanda diminuir.


Chris Bakke diz que não vê isso acontecendo tão cedo. De acordo com ele, independentemente de como o mercado se comporta, por um bom tempo ainda haverá uma grande demanda por engenheiros de software e funções semelhantes.


Neste meio-tempo, a Laskie tem considerado adaptar o Reverse Apply para se adequar a vagas em áreas além da tecnologia. É fácil ver como essa ferramenta pode funcionar para funções sob demanda, “há sempre uma certa porcentagem do mercado de trabalho que é tão requisitada que, a qualquer momento, as empresas lutam com todas as suas forças para contratar”, diz Chris.


Qual a sua opinião em relação a essa nova possível tendência?


Gostou desse artigo?

Nos siga para mais conteúdos!


31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page