5 passos para criar uma cultura de recrutamento

Atualizado: há 6 dias

Se você é uma pessoa recrutadora ou envolvida no processo de recrutamento, certamente já escutou a seguinte frase: “Eu tenho uma vaga aberta e preciso fechar em 20 dias”. Se a sua liderança ainda olha para recrutamento como algo operacional e de responsabilidade somente do time de Talent Acquisition, isso significa que o seu negócio provavelmente não tem uma cultura de recrutamento desenvolvida.


Você deve estar se perguntando, mas o que é cultura de recrutamento? Se eu tiver uma estratégia de talentos, não é suficiente?


Caso você queira contratar os melhores talentos e ter a sua liderança envolvida no processo, a estratégia de talentos é apenas uma parte e normalmente quem lidera é o time de Talent Acquisition, e não as pessoas que fazem parte do negócio.


Existem 3 elementos que fazem uma empresa iniciar e manter a sua cultura de recrutamento para que possam contratar top talents.



Talent Acquisition Team


O time de TA vivencia muitas coisas no dia a dia e conta com diversas atividades para conduzir, a exemplo de: entrevistar, fazer agendamentos, alinhamentos com liderança, estudo de mercado, entre outras atividades. Em muitos casos, acabamos entrando no cenário de atuar de um modo muito mais operacional do que o de Talent Advisor e isso gera um impacto gigantesco na nossa atuação e no negócio.


Por isso, atuar como Talent Advisor fará com o que seu negócio entenda muito mais como contratar os melhores talentos.


Hiring Managers


Você já passou por alguma situação em que conduziu todo o processo de recrutamento e a liderança tinha dificuldade de abrir a agenda até para entrevistas. Já viveu isso?


A cultura de recrutamento, transforma a mentalidade do negócio sobre como atrair os melhores talentos do mercado, não tem como contratar as melhores pessoas se a liderança tem dificuldade até para entrevistar.



Cultura de recrutamento


Vamos pensar que você está participando de um processo seletivo. Você abriu o Linkedin para pesquisar sobre uma empresa e encontrou relatos incríveis, decidiu entrar no Instagram e gostou muito dos conteúdos e dos pilares culturais e, por fim, decidiu ver a avaliação no Glassdoor e a nota era 4,8. Você continua nesse processo ou não? Provavelmente sim, pela quantidade de coisas incríveis que encontrou sobre essa empresa.


O time é uma extensão da sua marca. E, embora uma empresa tenha variações de cargos, todas as pessoas que fazem parte da empresa têm uma coisa muito importante em comum: representam o negócio o tempo todo.


E por isso, quanto mais a cultura de recrutamento estiver bem estabelecida dentro de uma empresa, maior será a chance de contratar as melhores pessoas.


Pessoas reais, geram conexões reais e por esse motivo as organizações mais bem-sucedidas aproveitam o incrível poder desse efeito de rede. A criação de uma cultura orientada a propósitos em torno do recrutamento pode fazer com que toda a sua organização se mova mais rapidamente para alcançar seus objetivos estratégicos, portanto vai muito além de contratar pessoas, estamos falando de resultado. E claro, que resultados são atingidos através de pessoas.


Ao criar uma cultura de recrutamento, seu negócio aumentará as indicações e sabemos que pessoas boas indicam gente boa, recompensará as pessoas colaboradoras e gerará impacto financeiro, pois quanto mais atingir resultados mais chances existem de aumentos, bônus, promoção, entre outros reconhecimentos e impactos.


Mas como criar uma cultura de recrutamento no meu negócio?


1. O recrutamento precisa estar no painel estratégico


Uma das formas de iniciar uma cultura de recrutamento é reforçando para toda empresa como esse é um tema importante e que todas as pessoas devem estar envolvidas, uma das formas de fazer isso é colocando uma meta no painel estratégico do negócio, não somente como uma meta para o time de recrutamento.


Caso tenha uma meta de contratação, convide a pessoa CEO para falar sobre para o time e reforçar como cada pessoa tem uma influência positiva para que a meta seja atingida. Além de ter a meta, é importante falar sobre, portanto o time de Talent Acquisition precisa compartilhar reports periódicas que podem ajudar a orientar as pessoas colaboradoras sobre ações e iniciativas adicionais que podem ser necessárias ao longo do caminho.


2. Mais do que quem abre a vaga, hiring managers precisam estar na linha de frente


As pessoas hiring managers atuando como líderes do processo de desenvolvimento de uma cultura de recrutamento é fundamental para o sucesso. Sentir-se corresponsável pelas metas de contratação desencadeia as ações e comportamentos que ajudam a ter sucesso na contratação dos melhores talentos do mercado.


Esperar para serem alimentados com pessoas candidatas não funciona no mercado de hoje. A liderança deve se conectar com o talento desejado - interno e externamente. É extremamente importante que a liderança promova troca de conhecimento, conteúdos, mentoria, faça contatos com comunidades locais, assim será fomentado o interesse de pessoas do mercado pela empresa.


E claro, que é super importante desenvolver sua marca pessoal. Sabemos que quanto mais impacto temos no mercado, mais as pessoas se conectam com a nossa marca e isso pode contribuir para que um talento se conecte com a sua empresa.


3. Gente boa indicando gente boa


Em uma forte cultura de recrutamento, as pessoas colaboradoras indicam candidatos qualificados. Vale ressaltar que o time de recrutamento precisa garantir que será ágil com essas indicações e gerará a melhor experiência para as pessoas candidatas, pois o que compartilhamos com o mercado em termo de marca precisa ser vivenciado na prática.


4. Cultura de recrutamento e processo de recrutamento precisam estar conectados


Não adianta vendermos coisas incríveis para o mercado, mas no momento de vivenciar na prática a liderança atrasa 15 minutos para uma entrevista. Portanto, faça uma revisão no seu processo para garantir uma jornada centrada na pessoa candidata, assim seus resultados serão maiores.


5. Os dados ajudam a moldar os requisitos e as equipes


Falar de recrutamento no all hands ajudará a manter o controle das atividades de recrutamento e agir de maneira orientada para a solução. Por esse motivo, é muito importante que o time de recrutamento acompanhe os dados e compartilhe com o negócio, assim recrutamento vira algo de todos e não apenas do time de Talent Acquisition.


Espero que essas dicas tenham te ajudado a entender o quão importante é criar uma cultura de recrutamento e que essa mudança de visão impactará no resultado dos negócios.




Gostou desse artigo?

Nos siga para mais conteúdos!

160 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo